25 a 29 - Abril | 2023
São Paulo Expo

Conteúdo publicado originalmente no Chiptronic.

O QUE É A PERSONALIZAÇÃO DE CARROS?

Personalizar carros: o que é preciso para ter sucesso no ramo?

A personalização de carros é uma tendência que vem ganhando cada vez mais adeptos nas últimas décadas. Esse aumento de interesse se dá graças à possibilidade de os donos deixarem seus veículos de acordo com seus gostos e necessidades.

Assim, formou-se um mercado em torno da customização, originando excelentes oportunidades de negócios para oficinas interessadas em aumentar seus ganhos e número de clientes.

Confira a seguir como deve ser a estrutura de uma oficina que busca personalizar carros e quais modificações são permitidas por lei. Com as dicas abaixo, você poderá ter sucesso nesse ramo, oferecendo um serviço diferenciado e de qualidade.

O que é a personalização de carros?

A personalização de carros, ou car tuning, é um processo que consiste em realizar modificações nos veículos para que eles tenham mais potência, ofereçam economia de combustível ou uma condução mais confortável, entre outras coisas. Mas, em alguns casos, esse tipo de serviço é solicitado apenas por questões estéticas.

A maioria dos automóveis saem de fábrica com especificações que visam atender às condições de um certo país e de um determinado público. O tuning é uma maneira de personalizar os veículos, inserindo características de acordo com os gostos e preferências do motorista.

Essa personalização é feita pelo prazer em ter um carro diferenciado, e as alterações podem ser realizadas em quase todas as partes do veículo. Os exemplos mais comuns de modificações externas são aquelas que restauram as características aerodinâmicas do automóvel por meio da adição de saias laterais — os famosos spoilers —, para-choques traseiro e dianteiro e rodas leves.

Como as oficinas mecânicas devem se preparar para oferecer esse serviço?

As oficinas que quiserem oferecer serviços de personalização de carros e, assim, aumentar o faturamento, precisarão investir em cursos e capacitação de funcionários. Isso porque esse é um mercado que necessita de conhecimento técnico, uma vez que não conta com muita mão de obra especializada.

Assim, ter serviços de qualidade é fundamental para sobreviver e prosperar nesse ramo — além de sempre se manter informado sobre as novidades e tendências do mercado.

A boa notícia é que essa é uma área ampla, o que permite que o dono de oficina escolha se especializar em algum dos segmentos existentes, tais como:

  • rodas e pneus;
  • suspensão;
  • vidros automotivos;
  • faróis;
  • pintura;
  • modificação;
  • som e acessórios;
  • eletrônicos.

Um outro segmento que vem crescendo é o de envelopamento e adesivagem. Ele ganhou força devido ao grande número de empresas que querem personalizar seus veículos corporativos. Além disso, esse serviço chama a atenção de motoristas que querem personalizar seus automóveis, mas têm receio de modificações permanentes.

A escolha de um ramo de atuação também pode ser baseada no tipo de veículo. Ou seja, o proprietário da oficina pode optar por fornecer serviços de personalização para modelos esportivos, luxuosos, populares etc.

Além desses aspectos, para que o negócio tenha um bom desempenho, é importante oferecer treinamentos adequados para os funcionários em relação a como recepcionar os clientes, de modo que possam, tirando dúvidas e orientando corretamente a clientela.

Também é muito importante que os colaboradores conheçam as exigências estabelecidas pelo DETRAN quanto ao serviço de personalização de carros. Eles devem saber quais modificações são autorizadas, quais documentos são necessários para regularizar o veículo, entre outros pontos burocráticos.

Essa prática pode servir como diferencial, pois ajudará os clientes a se ajustarem às regras do Código de Trânsito Brasileiro ao optar pela personalização dos veículos. E atenção: é essencial avisá-los sobre a importância de verificar se seus seguros incluem as modificações a serem realizadas ou não, para que possam tomar as devidas providências.

Ter ideias inovadoras e criativas não é o bastante para ter sucesso nesse mercado. Além de contar com uma mão de obra qualificada, o empresário do ramo de customização precisa conhecer muito bem as atividades fundamentais do setor, tornando-se um especialista no produto que deseja oferecer.

Como começar uma oficina de customização?

A paixão por carros transformou um hobby em um mercado lucrativo. Por isso, para começar a atuar na área da customização de carros também é importante saber sobre negócios.

Para se dar bem nesse ramo você deve contratar um seguro, a fim proteger você e sua oficina contra qualquer problema que possa surgir. Isso é ainda mais importante se você pretende trabalhar com carros luxuosos.

Ao pensar no investimento para uma loja de personalização, a maior parte dos custos será para a compra de ferramentas e equipamentos mecânicos, como elevadores e máquinas hidráulicas. Esses instrumentos ajudarão no manuseio de qualquer tipo de veículo, facilitando a customização.

Outros itens necessários são compressores de ar e máquina de diagnóstico. Quanto às ferramentas manuais, elas podem variar desde chaves até serras. Mas lembre-se: os equipamentos necessários vão depender do tipo de customização que você pretende oferecer.

 

Esta é uma curadoria de conteúdo da RX Brasil sobre personalização de carros. Para continuar lendo, acesse Chiptronic